14 de mai de 2011

Definindo o TAI JI QUAN.

A maioria das pessoas Quando assiste a uma demonstração de tai ji quan, presta mais atenção ao que os olhos veem, sendo que o mais valioso e importante desta prática, considerada uma arte marcial interna, está em dimensões mais sutis.

Em minhas aulas, gosto de fazer uma analogia com a figura do ice Berg, onde o que fica visível é apenas 10% deste gigante de gelo, e a parte maior fica submersa, oculta. No tai chi é assim, veja o gráfico abaixo:







Lendo o último boletim da WCTA-Br, encontrei uma excelente definição de tai ji, feita pelo Mestre Jan Silberstoff, autor do livro “Chen – Living Taijiquan in the Classical Style”(foto) e Fundador e Diretor Técnico da WCTA (World Chen XiaoWang Taijiquan Association), a qual transcrevo na integra.






O que é TAIJIQUAN
Jan Silberstorff
Fundador e Diretor Técnico da WCTA (World Chen XiaoWang Taijiquan Association)

Taijiquan (Tai Chi Chuan) é uma das artes marciais Chinesas antigas. Serve para o cuidado com a vida, a saúde, o desenvolvimento holístico do corpo e da mente, bom como para a autodefesa. É meditativo e fortalece o corpo, promove o desenvolvimento da energia interna (QI) e, como tal, pode ser usada tanto para fins terapêuticos quanto para a luta. Os movimentos são suaves e fluidos cheios de beleza, expressão e energia.

Taijiquan vai, na sua maneira, muito além dos programas de fitness normais, e pode ser seguido pela sua filosofia essencial como um caminho de vida, mas também até como um passatempo. Seu valor para a saúde é reconhecido, e em todo mundo companhias de seguros de saúde cobrem parcialmente os custos das aulas.

Como uma arte marcial, ele segue as práticas tradicionais, o que especialmente no presente pode ser usado em todas as situações. É provavelmente o estilo mais amplamente usado de Kung fu no mundo. Este sistema, que séculos atrás surgiu na família Chen, utiliza a filosofia do yin e yang e suas fases de mudança, e a harmonização do corpo, mente e espírito. Ele combina movimentos de autodefesa (wushu), com a condução da energia interna (chi kung) e é considerado arte marcial interna.Como a energia interna está no lugar da força muscular, o Taijiquan pode ser praticado do mesmo modo por jovens e velhos, homens e mulheres, grandes e pequenos, com sucesso.

Desde meados do século passado Taijiquan foi ensinado também para interessados fora da família Chen. A partir desta data se desenvolveram os estilos mais diversos, tais como das famílias Yang, Wu, Wuu e Sun. O estilo Chen é a origem de todos os sistemas de Taiji, e desde então se espalhou por todo o mundo. Taiji descreve o homem como ligação entre o céu e a terra e lhe dá sentido (Tao).

Nenhum comentário:

Postar um comentário