O QUE É CHI KUNG [QIGONG]?

Chi Kung (ou Qìgōng), ao pé da letra, significa cultivo do Chi, ou exercícios energéticos. Refere-se à mobilização do sopro vital presente em todo o universo e que circula, através dos meridianos no corpo humano.


Existem milhares de variações desta prática. Chi Kung é um termo com um sentido tão amplo quanto o da palavra ginástica no ocidente. Um dos critérios para sua classificação é dividí-los em duas linhas, os estáticos e os dinâmicos. Têm em comum a busca da união do corpo, da mente e espírito num equilíbrio harmonioso.

O Chi Kung é utilizado não apenas como uma forma terapêutica para melhorar a saúde do praticante, mas também como um instrumento para tratar da saúde de outras pessoas, utilizando-se da imposição das mãos e da intenção do terapeuta em canalizar, transmitir ou fazer circular a energia do paciente, propiciando a harmonização holossomática.

Qi Gong Terapêutico:
Na China a arte de tratar os outros com Qi Gong se chama “waiqi liaofa”, significando “método de tratamento pela emissão do Qi”, onde é uma especialização da faculdade de medicina chinesa.
Nessa modalidade, o terapêuta gesticula em direção ao paciente, emitindo o sopro vital pelas mãos e estimulando os pontos e meridianos no corpo do interagente. Restaurando o livre fluxo do Qi, e muito rapidamente obtém-se o alívio da dor e a liberação do movimento, entre outros efeitos terapêuticos.

Marcus Evandro concluiu sua formação no Chi Kung em 1990, e desde então a utiliza em seu atendimentos.